PHP

Tracer Bullet

Written by Pedro Mendes · 1 min read >

Uma dica simples, mas que é capaz de nos livrar de muitas dores-de-cabeça é o uso de códigos testadores de ambiente, ou como o livro Pragmatic Programmer chama, Tracer Bullet. Se preocupar com o ambiente em que sua aplicação irá rodar é tão importante quanto escolher a framework certa para desenvolvê-la. Precisamos ter certeza sobre quais sãos os módulos suportados pelos servidores envolvidos, diretórios com permissão de escrita, configurações diversas do web server e outros itens que sempre nos preocupamos por último.

Deixar para testar o ambiente de produção com o software que irá ser entregue (ainda que seja a versão alpha) é tão insensato quanto fazer o checkup do seu carro 30 min antes de viajar do Rio para Bahia com toda a família. Se tiver que alterar qualquer coisa, já era.

Tendo esse problema nas mãos, entende-se então a técnica de Tracer Bullet, onde criamos um pequeno código, com o mínimo de linhas necessárias para fazer um teste geral no ambiente. Por exemplo, em uma aplicação qualquer pode-se testar a conexão em um CRUD simples com as bases de dados que serão usadas, o uso de componentes terceirizados, envio de emails, permissões de diretórios e usuários, extensões do web server ou qualquer outro recurso que sua aplicação final poderá usar. Não gaste tempo tentando fazer uma tela bonitinha pra mostrar pro cliente, a função do Tracer Bullet é informar pra equipe de desenvolvimento e infra o que terá que ser alterado antes do primeiro deployment. E como grande parte da infra será testada de forma direta, isso refletirá na redução de testes posteriores ao primeiro processo de deployment.

Magento em um ambiente distribuído

Pedro Mendes in PHP
  ·   4 min read

Factory Pattern e PHP

Pedro Mendes in PHP
  ·   9 sec read

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.